7 de abril de 2008

HAMBURGO À VISTA


"As suas companheiras do bando do Farol da Areia Vermelha já voariam longe, muito longe.

Era a lei. também ela vira outras gaivotas surpreendidas pelas mortíferas marés negras e, apesar da vontade de descer para lhes oferecer um auxílio tão inútil como impossível, afastara-se, respeitando a lei que proíbe presenciar a morte das companheiras."


Mar do Norte, 8 de Abril

Querido diário,

Hoje aconteceu uma tragédia. Uma das nossas companheiras, Kengah, foi apanhada pela terrível maré negra. Ainda tentámos avisá-la, mas ela não nos ouviu.
Bem quisemos socorrê-la, mas tivemos de seguir...

Gaivota (Jéssica G, 7º B)

Mar do Norte, Abril

Querido diário
Hoje foi um dia trágico! Voávamos para Hamburgo, sobre a foz do Elba, quando Kengah, a minha companheira de voo, mergulhava para o seu quarto arenque e, por isso, não ouviu o grasnido do alarme. Quando ergueu a cabeça, já era tarde! Ela ainda tentou levantar voo mas uma onda cobriu-a de petróleo.
Infelizmente, não a podemos ajudar...

Gaivota (Filipa,7º B)



1 comentário:

Claudio 7.ª A disse...

Os humanos fazem muitas maldades à Terra uma delas é deixar o mar coberto de petróleo.

Por causa deles gaivotas morrem a tentar comer.
Uma delas foi a minha amiga Kengah.


Humanos, humanos....nunca vão aprender.

Zorbas miau....miau

BubbleShare: Share photos - Powered by BubbleShare

ORA AÍ ESTÁ... UM LIVRO!

HISTÓRIA DE UMA GAIVOTA E DO GATO QUE A ENSINOU A VOAR

HISTÓRIA DE UMA GAIVOTA E DO GATO QUE A ENSINOU A VOAR

HISTÓRIA DE UMA GAIVOTA E DO GATO QUE A ENSINOU A VOAR